EM PIRACICABA (SP) 17 DE JUNHO DE 2019

Especial Concurso: advogado acompanha processos legislativos da Câmara

Advogados são responsáveis por realizar o acompanhamento dos trâmites de processos legislativos da Casa




Toque na imagem para aumentar

Laura é servidora da Câmara de Vereadores de Piracicaba há 7 anos

Crédito: Sidney Jr

“O que me interessou, entre outras coisas, foi a possibilidade de desenvolver a atividade de advocacia voltada para a área pública e contribuir para o município por meio do Poder Legislativo”, comentou a advogada-chefe do Departamento de Assuntos Jurídicos, Laura Margoni Checoli, sobre o que lhe motivou a ingressar na área de serviço público.

Laura começou a trabalhar na Câmara de Vereadores de Piracicaba em 17 de março de 2012 e, atualmente, na posição de chefe de advocacia, coordena os trabalhos dos advogados, como orientação da CLJR, processo contencioso, procedimentos no ministério público e ofícios de departamentos, além de também atuar em alguns desses processos.

O Departamento de Assuntos Jurídicos tem a função de assessoria jurídica, atuar em reuniões ordinárias por meio da elaboração de “nova redações” e “redações finais” com a CLJR (Comissão de Legislação, Justiça e Redação), acompanhar licitações e convênios firmados pela Casa, representar os interesses e prerrogativas da Câmara e coordenar o Setor de Consolidação de Leis que relaciona e agrupa, por temas da legislação, normas que tratam de assuntos similares, para facilitar a consulta das proposituras pelos parlamentares e a população, no geral.

De acordo com Laura, os advogados são responsáveis pelo o auxílio da CLJR, formação de parecer, orientação jurídica aos vereadores e acompanhamento de processos. “Realizam essas atividades sob a minha coordenação e do diretor de assuntos jurídicos”, comentou.

A advogada comentou que, na época em que prestou o concurso, em 2006, estava com a matéria “fresca” na cabeça porque havia terminado a graduação em 2005, estava realizando curso preparatório para concurso e estudando. “Eu estudei mais a fundo a legislação municipal, que eu não conhecia muito, a Lei Orgânica e o Regimento Interno da Casa; as demais matérias gerais, leis federais, estavam bem frescas na minha memória”, disse.

Para Laura, é importante pesquisar sobre as atividades exercidas pelo órgão em que o candidato irá prestar o concurso para certificar-se que é o que o participante realmente deseja para o seu futuro profissional. “Não é fácil estudar, se dedicar, conseguir ser aprovado e depois se frustrar com o trabalho, por isso, busque conhecer o órgão, saber se é aquilo mesmo que você deseja e se se enquadra no seu perfil”, afirmou.

“Atuar no serviço público é uma forma de contribuir efetivamente para que o poder legislativo da cidade aja sempre dentro do que é legal e correto”, comentou Laura.

CONCURSO - No dia 7 de julho será disputada uma vaga de advogado para o Departamento de Assuntos Jurídicos. O processo seletivo será composto por uma prova teórica com 60 questões de conhecimento específico e uma prova prático-profissional.

Concurso Público

Texto:  Larissa Souza
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343

Notícias relacionadas