EM PIRACICABA (SP) 16 DE AGOSTO DE 2019

Lair Braga critica lentidão em obra da Prefeitura na José Bonifácio

Vereador também lamentou valor gasto na reforma da principal praça da cidade: R$ 96 mil, ante os R$ 900 mil que ele havia proposto em emenda ao Orçamento rejeitada.




Toque na imagem para aumentar

Lair Braga ocupou a tribuna durante a reunião ordinária desta quinta-feira

Crédito: Fabrice Desmonts - MTB 22.946



Autor do Fórum Permanente em Defesa da Praça José Bonifácio, o vereador Lair Braga (SD) disse que "não se justifica a morosidade" com que a Prefeitura vem executando a reforma do principal espaço de circulação do Centro da cidade. Ele também criticou o valor que deve ser gasto na obra, quase um décimo do que o parlamentar havia sugerido em emenda ao Orçamento rejeitada no ano passado.

"Sobre a reforma da praça, os trabalhos são lentos: vão lá, reformam o piso, aí tem um evento, furam o piso, e não vemos avanço. Vemos dois ou três homens trabalhando, aí para. A praça tem que ser reformada neste ano, não se justifica a morosidade. Eu sugeri uma emenda de R$ 900 mil, que foi derrubada, e de repente foram anunciados R$ 96 mil. Eu quero acreditar que há um erro de informação sobre o quanto será gasto na reforma da maior praça da cidade."

Lair Braga, que ocupou a tribuna durante a 42ª reunião ordinária, nesta quinta-feira (15), também comentou sobre a paralisia do governo Jair Bolsonaro (PSL) na liberação de recursos aos municípios. Ele citou como exemplos duas emendas parlamentares que contemplaram Piracicaba, frutos de sua articulação em Brasília (DF).

Uma, do deputado federal Paulo Pereira da Silva (SD-SP), deveria ser empregada, segundo Lair Braga, em mobilidade urbana. "Não veio até agora, o atual governo não liberou o dinheiro", disse o vereador.

A outra, de R$ 350 mil, obtida com o então senador Airton Sandoval (MDB-SP), teria como destino a unidade básica de saúde do Jardim Caxambu. "Fizemos tratativas com o senador e conseguimos a liberação da verba. A Prefeitura fez a licitação e a obra parou. Fomos ver, e o que tinha acontecido? O atual Ministério da Saúde não liberou o dinheiro", criticou.

Legislativo Lair Braga

Texto:  Ricardo Vasques - MTB 49.918
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343
Imagens de TV:  TV Câmara

Notícias relacionadas