EM PIRACICABA (SP) 06 DE DEZEMBRO DE 2019

Câmara institui Semana de Conscientização sobre a Doença Falciforme

Vereador Paulo Campos é autor do projeto de decreto legislativo 24/2019




Toque na imagem para aumentar

Aprovação de propositura ocorreu na 73ª reunião ordinária

Crédito: Fabrice Desmonts - MTB 22.946

De autoria do vereador Paulo Campos (PSD), o projeto de decreto legislativo 24/2019 foi aprovado na noite desta quinta-feira (5), na 73ª reunião ordinária. Por meio da propositura, fica instituído na Câmara de Vereadores de Piracicaba a Semana Municipal de Conscientização sobre a Doença Falciforme e Hemoglobinopatias, a ser comemorada anualmente na terceira semana do mês de junho.

De acordo com o parlamentar, a Semana Municipal de Conscientização sobre a Doença Falciforme e Hemoglobinopatias tem por objetivo a realização de palestras, reuniões solenes, debates, simpósios, audiências e círculos de estudos sobre o tema. As ações, eventos ou atividades poderão ser realizadas em conjunto com o Executivo e com empresas, instituições, universidades, entidades, órgãos, organizações, associações ou fundações, sejam governamentais ou não-governamentais, com ou sem fins lucrativos ou econômicos.

No decorrer do evento também poderão ser homenageados com diplomas de menção honrosa ou de reconhecimento de mérito os profissionais que exercem atividades na área e que se destacaram em suas profissões.

No texto da justificativa, Campos recorda que a Assembleia Geral das Nações Unidas estabeleceu o dia 19 de junho como o Dia Mundial de Conscientização sobre a Doença Falciforme, com o objetivo de dar visibilidade e reduzir as taxas de morbidade e mortalidade da doença

“A Doença Falciforme é genética e hereditária, caracterizada por uma alteração nos glóbulos vermelhos do sangue (hemácias). Na pessoa com DF, em período de crise, a hemácia modifica o seu formato: de arredondada para o formato de foice, o que acaba dificultando a circulação de oxigênio nos tecidos. Os principais sinais da doença são dores crônicas, infecções e icterícia, e ocorrem já no primeiro ano de vida”, conta o parlamentamentar.

Apesar de particularidades que as distinguem e de graus variados de gravidade, as diferentes formas da DF caracterizam-se por numerosas complicações que podem afetar quase todos os órgãos e sistemas, com expressiva morbidade, redução da capacidade de trabalho e da expectativa de vida, necessitando de identificação e tratamento precoce.

“É nosso dever, enquanto Poder Legislativo, incentivar o acolhimento, diálogo e informação adequada, buscando uma melhor qualidade de vida para estas pessoas”, reforça Campos.

Legislativo Paulo Campos

Texto:  Ana Caroline Lopes
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343
Revisão:  Rodrigo Alves - MTB 42.583

Notícias relacionadas