EM PIRACICABA (SP) 29 DE OUTUBRO DE 2019

Educação de Piracicaba é destaque na 23ª edição nacional dos conselhos

O vereador Pedro Kawai representou a Câmara, na abertura oficial do evento, na manhã desta terça-feira (29), nas dependências da secretaria municipal de Educação




Toque na imagem para aumentar

Pedro Kawai

Crédito: Davi Negri - MTB 20.499

Delegações de várias cidades se encontram em Piracicaba, nesta terça e quarta-feira, 29 a 30, na realização do XXII Encontro Estadual da Uncme (União Nacional dos Conselhos Municipais de Educação), por meio da Formação Continuada dos Conselheiros, tendo em vista a gestão democrática e participativa, que assegure o exercício das suas funções, de forma a viabilizar a garantia do direito à Educação Básica com qualidade referenciada, conforme assegurado nos Planos Municipais de Educação aprovados em lei. O evento transcorre nas dependências da secretaria municipal de Educação, rua Cristiano Cleopath, 1902, bairro Alemães, das 8h às 17h30.

O vereador Pedro Kawai (PSDB), em nome de Câmara e, na condição de integrante da Comissão de Educação, Esportes, Cultura, Ciência e Tecnologia - relator - destacou a importância da educação estar municipalizada, a exemplo de uma casa, onde a educação infantil é todo o alicerce da vida de uma pessoa, que lhe dá estrutura para o futuro, no crescimento e desenvolvimento. Citou que em Piracicaba a educação infantil está municipalizada e, com excelentes referenciais, onde a cidade, em 2019 já tem 62% das crianças, de zero a três anos em salas de aula, o que já contempa a meta nacional, que projeta para o ano de 2024, na expectativa de 50% de inserção destes pequenos cidadãos.

O parlamentar também comenta que por mais que o país esteja passando por uma crise financeira, os municípios estão fazendo a sua parte, onde Piracicaba é exemplo disso, onde a cidade serve de exemplo para outros municípios, em ações locais, principalmente ao grande trabalho do papel do Conselho de Educação, na construção do Plano Municipal, que fez o diferencial local. 

Para Kawai, não adianta nada traçar uma meta nacional se os municípios não forem trabalhados à altura, não só de apoio financeiro, mas como no dia a dia, a exemplo de capacitação de professores, de comissões nas escolas e dando apoio às crianças. "É um exempo que Piracicaba faz para desenvolver estas políticas, não só no Estado de São Paulo, mas também em todo Brasil", disse. 

Pedro Kawai também enfatizou o papel da Câmara, na aprovação dos orçamentos, onde Piracicaba aplica recursos superiores a 25% do orçamento, preconizado em lei federal. Além de focar a aprovação do Plano Municipal de Educação. 

Pedro Kawai ainda destacou a participação sempre constante em discussões temáticas sobre educação, a exemplo da Semana Pedagógica. Também pontuou a participação nas reuniões de discussão do orçamento, para que este avanço na educação seja possível.

A secretária municipal de Educação, Ângela Maria Cassavia Jorge Correa destacou  o momento muito importante na escolha da temática, na discussão da educação infantil, em evento que reúne representantes dos conselhos municipais de educação de muitas cidades do Estado de São Paulo, na condição de que discutir a educação infantil é avaliar o futuro do país. 

Também destacou que nesta fase é onde a criança - cientificamente provado - que ela se desenvolve, de tal forma que ao passar por uma educação infantil de qualidade, ela tenha condições de ingressar no ensino fundamental já com um desenvolvimento melhor e ter melhor desenvolvimento. 

Ângela considerou o momento muito difícil do país, sendo que as necessidades são muitas, onde o país tem uma dívida com a educação, de um modo geral, em especial com a educação infantil, onde devemos garantir a qualidade, não sendo apenas uma questão de colocar mais crianças. 

A secretária também comentou sobre leitura atual de artigo, sobre criança em situação de stress muito profundo, que adentram à uma escola, que lhe garanta um ensino de qualidade, onde ela tem condições de se recuperar, diferentemente se ela entrar numa escola que não garanta este ensino, com o risco de seu quadro social se agravar, sendo que para isso há que se ter recursos. "Não basta colocar o aluno e, sim garantir professores, materiais, infraestreutura correta e todo serviço de apoio à área pedagógica, onde caberá aos país definir se vamos ou não partir para uma educação de qualidade. 

Ângela Correa também defendeu a consolidação de uma política pública bem desenhada, que poderá trazer outros municípios a seguir o exemplo de Piracicaba, onde a cidade "tem sorte", de ter um Executivo forte, consolidado com o apoio do Legislativo, com uma política pública definida à área educacional, que se preocupou realmente e planejou seus recursos para investir não só em prédios, mas também com a contratação de professores, de servidores e formadores, que garantiu, gradativamente, que a cidade fosse ampliando, com qualidade, toda a sua educação infantil e fundamental. 

"O segredo é ter uma boa politica pública que priorize de fato a educação e não fique somente no discurso", disse. 

O prefeito Barjas Negri (PSDB) cumprimentou os dirigentes que organizaram o Seminário, onde Piracicaba recebe de braços abertos todos os conselheiros, representados por várias cidades do interior do Estado, incuindo a Capital, para discutir normas pedagógicas e as questões psicológicas com relação às crianças do ensino infantil e à organização das escolas. 

Barjas destacou o papel fundamental do ensino infantil, no desenvolvimento das crianças, onde elas podem se desenvolver mais a partir deste momento. Também reconheceu que a cobertura no ensino infantil é pequena, onde em Piracicaba temos 34% das crianças, de zero a três anos, sendo atendidas na Escola de Educação Infantil, sendo que a meta no plano nacional, para 2024 é chegar a 50%, sendo que mesmo assim haverá problemas de financiamento, onde se torna necessário debater a questão. 

"Temos que fazer a lição de casa com referência à educação infantil", reiterou Barjas Negri. 

Henrique Pimentel, da secretaria estadual de Educação, que também integrou a formação da mesa de honra dos trabalhos enfalteceu a importãncia dos municípios estarem unidos para debater esta temática, no desafio de novas ações em prol da educação infantil. 

A secretária municipal de Educação de Atibaia, Márcia Aparecida Bernardes também defendeu a luta pela defesa de uma educação de qualidade, além de destacar representação de todos os secretários de educação. E, de pontuar a ação do Estado no aporte a muitos municípios pequenos que não tem condições de realizar uma promoção e outras ações para fomentar o ensino infantil, o que torna fundamental a parceria com o Estado. 

Eduardo Cesar da Silva, presidente da União Nacional dos Conselheiros Municipais de Educação destacou a realização do evento em Piracicaba, na compreensão política sobre o evento, onde os conselhos representam órgãos de controle social do Brasil inteiro, em prol dos direitos constitucionais, com foco na educação. 

Também ressaltou o papel  motivador dos conselhos e principalmente na ação propositiva, sendo que estes encontros são justamente para que as discussões sejam feitas no sentido de propor políticas públicas voltadas à educação, em especial à educação infantil, que é a primeira etapa da educação, que tem que ser valorizada e estudada, não sendo mais uma questão de assistência social. 

Também falou dos temas propostos no debate, em práticas exitosas dentro da educação infantil, onde devemos provocar nas mentes dos conselheiros a reflexão para que eles levem aos seus municípios ideias novas no sentido de que a oferta da educação infantil possa efetivamente ser contemplada por todas as comunidades e, que possamos ter no Brasil um avanço na qualidade da educação. "Que na verdade possamos construir aqui referenciais nacionais de qualidade", disse. 

Leia mais: 

Acesse o site: https://www.uncme.org.br/

 

Educação Pedro Kawai

Texto:  Martim Vieira - MTB 21.939
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343

Notícias relacionadas