EM PIRACICABA (SP) 25 DE OUTUBRO DE 2019

Lair Braga questiona Ambiental por atrasar pagamento de funcionários

Parlamentar afirmou, ainda, que a empresa não cumpriu com a obrigação de pagar o bônus do PLR no prazo combinado e deixou de fornecer o tíquete-alimentação.




Toque na imagem para aumentar

Lair Braga ocupou a tribuna na 62ª reunião ordinária, nesta quinta-feira, para questionar a empresa

Crédito: Fabrice Desmonts - MTB 22.946



"As nossas varredoras de lixo, que realizam trabalho árduo, às vezes até sem o material básico de proteção, não estão recebendo o salário em dia, embora o secretário [municipal de Defesa] do Meio Ambiente, José Otávio Menten, tenha garantido que a Prefeitura efetua regularmente o pagamento à empresa Ambiental", denunciou o vereador Lair Braga (SD), na tribuna, durante a 62ª reunião ordinária, nesta quinta-feira (24).

O parlamentar afirmou que o fato de a empresa não pagar os seus funcionários é, moralmente, um problema de todos os cidadãos. "Me vejo na obrigação de questionar. A maioria das varredoras de rua já são senhoras, que dependem do salário. O descaso da empresa é tanto que elas chegam a comprar as próprias vassouras para cumprir com a obrigação. Então, com que direito a Ambiental deixa de pagá-las?", indagou.

O vereador disse, ainda, que a empresa não cumpriu com a obrigação de pagar o bônus do PLR (participação nos lucros e resultados) no prazo combinado e deixou de fornecer o tíquete-alimentação. "O município não pode ficar inerte a uma situação como essa. Essas funcionárias estão sendo desrespeitadas financeiramente. Vou apresentar projeto para que empresas desse porte não tenham mais o direito de participar de nenhum processo de licitação", frisou Lair Braga.

Legislativo Lair Braga

Texto:  Raquel Soares
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343
Revisão:  Ricardo Vasques - MTB 49.918
Imagens de TV:  TV Câmara

Notícias relacionadas