EM PIRACICABA (SP) 11 DE ABRIL DE 2024

No dia mundial, conscientização sobre Parkinson é destaque na sessão

No Dia Mundial da Doença de Parkinson, Câmara debateu sobre a doença com a participação da diretoria da Associação Colibri




Toque na imagem para aumentar

Data de conscientização sobre o Parkinson foi lembrada durante a 19ª Reunião Ordinária

Crédito: Guilherme Leite - MTB 21.401





“O parkisoniano deve tirar o luto e ir à luta”, essa foi a mensagem deixada por uma das representantes da Associação Brasil Parkinson – Núcleo Piracicaba, a Associação Colibri, Silvia Helena Rigoldi Simões. Ela e outra diretora da entidade, Nilda Sancetti Modolo, participaram da 19ª Reunião Ordinária para abordar o tema, no Dia Mundial da Doença de Parkinson, celebrado nesta quinta-feira (11). O expediente da reunião foi suspenso por 30 minutos, conforme requerimento nº 37/2024, de autoria do vereador Pedro Kawai (PSDB), para discutir a enfermidade.

“Temos a honra de discutir esse assunto todos os anos para conscientizar a todos sobre a doença”, disse o vereador, ao lembrar que são cerca de quatro milhões de pessoas com Parkinson no mundo. “Às vezes o paciente fica relutante em se ver como parkisoniano. E a Associação Colibri está aí para conscientizar esses pacientes de que o Parkinson é uma etapa da vida e não o final”. 

Ao usar a palavra, Sílvia Simões explicou que a data foi escolhida para a conscientização sobre a doença por ser a data de nascimento do médico James Parkinson, que revelou a enfermidade em 1817. “O diagnóstico assusta, mas a ignorância gera agravantes e a pessoa tem mais dificuldades de aceitação do diagnóstico e pode não se beneficiar de tratamentos e recursos disponíveis”, explicou. “A Colibri existe para conscientizar os pacientes que quanto mais cedo começarem o tratamento, mas benefícios terão. Os tratamentos podem aliviar ou adiar sintomas”.

Ela destacou que a associação existe para suprir a falta de políticas públicas para os parkisonianos, através das atividades voltadas para esse público, apoio para tratamentos e medicamentos e busca por parcerias, que possibilitaram, por exemplo, a disponibilização de uma área para a construção da sede própria da entidade, já aprovada pela Câmara.

Na apresentação, as representantes da Colibri também exibiram um vídeo com o médico neurologista Werner Souza, que falou sobre os sintomas da doença, que se caracterizam pelo tremor, rigidez dos movimentos e instabilidade postural, por exemplo. Falou também sobre como é afetada a qualidade de vida dos pacientes, dos fatores de risco e dos tratamentos disponíveis para minimizar os efeitos da doença.

Já Nilda Sancetti Modolo contou sobre a história da Colibri, fundada em 1992 e sobre as atividades desenvolvidas, como fisioterapia, musicoterapia, hidroterapia, tênis de mesa, coral, interação social e de lazer, caligrafia, palestras com profissionais de várias áreas, apoio a pesquisas em parceria com universidades, entre outras. A apresentação terminou com a exibição do coral “Tremendas Vozes”, que entoou o hino da associação.

Vários vereadores parabenizaram o trabalho desenvolvido pela Colibri, como Josef Borges (PP), que falou sobre as dificuldades enfrentadas pelos voluntários e a necessidade de apoio do poder público. André Bandeira (PSDB) questionou sobre o atraso na distribuição de medicamentos e Sílvia Morales (PV), do Mandato Coletivo A Cidade é Sua, colocou o gabinete à disposição. Paulo Camolesi (PSB) e Laércio Trevisan Jr. (PL) destacaram a importância do trabalho voluntário.

Ordem do Dia – A 19ª Reunião Ordinária contou com a aprovação de 12 proposituras pelos vereadores, entre elas o projeto de lei 40/2024, em segunda discussão, que trata da autorização legislativa para abertura de crédito no orçamento de R$ 5,4 milhões provenientes das leis Paulo Gustavo e Aldir Blanc, através do Ministério da Cultura.

Também foram aprovados sete requerimentos, entre eles um em regime de urgência; três projetos de lei em segunda discussão e mais um em primeira discussão, todos de denominações de espaços públicos. Foram adiados por cinco reuniões o projeto de lei complementar nº 7/2023, que altera o Código de Posturas do Município com o objetivo de proibir o tráfego de veículos de tração animal para passeio de passageiros no perímetro urbano da cidade; e o projeto de resolução 32/2024, que promove alterações na estrutura da Procuradoria Especial da Mulher.

Confira, no vídeo, nesta página, a íntegra da 19ª Reunião Ordinária.

Reunião Ordinária André Bandeira Ary Pedroso Jr Laércio Trevisan Jr Gilmar Rotta Paulo Camolesi Paulo Campos Pedro Kawai Rerlison Rezende Valdir Marques Wagner Oliveira Zezinho Pereira Cassio Luiz Alessandra Bellucci Acácio Godoy Josef Borges Thiago Ribeiro Gustavo Pompeo Rai de Almeida Anilton Rissato Fabricio Polezi Silvia Maria Morales Sergio da Van

Texto:  Aline Macário - MTB - 39.904
Supervisão de Texto e Fotografia: Rebeca Paroli Makhoul - MTB 25.992
Imagens de TV:  TV Câmara

Notícias relacionadas