EM PIRACICABA (SP) 07 DE OUTUBRO DE 2022

Cápsula do Sud: acordo entre Câmara e Museu permitirá acervo digital

Câmara e Museu Histórico e Pedagógico Prudente de Moraes firmaram, esta semana, um acordo de cooperação técnica para estabelecer a parceria




Toque na imagem para aumentar

Repórter fotográfico Davi Negri realiza o trabalho de captação das imagens dos objetos que serão inseridos no Atom

Crédito: Fabrice Desmonts - MTB 22.946


Uma viagem no tempo proporcionada pela tecnologia vai garantir o acesso de toda a população aos 629 objetos da cápsula de 1922, da Escola Estadual Sud Mennucci, que ganharam repercussão nacional no último dia 7 de setembro. Aberta depois de 100 anos, a cápsula do tempo ganhará uma exposição digital, lançada pela Câmara Municipal de Piracicaba. A versão virtual será paralela à exposição física dos itens, que acontecerá a partir de 15 de novembro, no Museu Histórico e Pedagógico Prudente de Moraes. Câmara e Museu firmaram, esta semana, um acordo de cooperação técnica para estabelecer a parceria.

A cápsula do tempo foi aberta em cerimônia realizada na escola no último dia 7 de setembro, com a presença de autoridades locais, alunos, professores e historiadores, entre outros. Os objetos foram mantidos, ao longo do último século, lacrados em uma caixa de cobre, em uma parede do prédio da escola. Foram encontrados cartas, fotografias, desenhos, moedas, selos, postais, mapas, lápis, partituras, réguas e jornais de 1922, entre inúmeros outros itens que retratam o ambiente escolar daquela época e um pouco da história da cidade. Depois disso, os objetos seguiram para o Museu Prudente de Moraes, que ficará com a guarda de todo o acervo.

Assinado entre a presidência da Câmara e a diretoria do Museu Prudente, o termo de cooperação permitirá a identificação, descrição e organizão em índices de todos os itens documentais. Os manuscritos passam pelo trabalho de transcrição. Os documentos, fotografias, iconografias e cartografias serão digitalizados. Já os objetos foram fotografados para disponibilização.

O trabalho já está em andamento, pelos servidores do Setor de Gestão de Documentação e Arquivo da Câmara, ligado ao Departamento Administrativo, e serão disponibilizados por meio da plataforma digital Atom (Access to memory), sistema de descrição arquivística utilizado pela Câmara para disponibilização de itens históricos. Através da parceria da Câmara com o Museu, será possível disponibilizar o acervo digital de forma permanente para acesso público.

Além disso, o Departamento de Comunicação Social da Casa vai promover uma mostra fotográfica junto à exposição do Museu Prudente de Moraes, com imagens atuais da Escola Sud Mennucci, de autoria do repórter fotográfico Davi Negri, que ao ler na imprensa sobre a exposição no Museu Prudente de Moraes propôs a ideia. O designer gráfico do departamento, Luciano Negreiros, também dará suporte ao material referente à exposição física dos objetos no museu.

Exposição – A data escolhida para dar fim à curiosidade do público em geral quanto aos recados dos antepassados é 15 de novembro, aniversário da Proclamação da República, com a abertura da exposição física dos objetos no museu. “Essa parceria entre as instituições é muito importante para que a gente deixe todo esse material para o público, também através de um acesso virtual a todo esse acervo de 629 itens”, salientou a diretora do Museu Histórico e Pedagógico Prudente de Moraes, Érica Stocco Frasson. “É uma ação histórica, que deve ser preservada, estudada e memorável para toda a população de Piracicaba”.

A diretora destacou que os objetos guardados dão uma dimensão do clima existente na época, o que nos remete a observar as diferenças com o período atual. “Uma parte dos itens vai integrar a exposição e depois todos permanecerão salvaguardados na reserva técnica do museu, nas melhores condições, e poderão ser utilizados para pesquisas e estudos”, afirmou. “Através dessa parceria com a Câmara, com o uso da plataforma Atom, os objetos também poderão ficar acessíveis para toda a população”.

A chefe do Setor de Gestão de Documentação e Arquivo da Câmara, Giovanna Fenili Calabria, lembrou que a exposição física é limitada, já que não é possível exibir todos os documentos e nem fazer isso de forma permanente. Através da parceria com a Câmara e a digitalização do acervo, as pessoas podem consultar todos os objetos de 1922 a qualquer tempo. “São documentos de Piracicaba, é para a população. Algumas pessoas têm avós, parentes que estudaram lá e ter acesso a tudo e poder ler tudo é muito interessante”, avaliou. “A Câmara, como órgão público e lugar de memória de Piracicaba, tem essa função.”

Para a arquivista da Câmara, Dayane Soldan, a parceria para atuação nesse projeto é um reconhecimento ao trabalho do órgão. “A estrutura da Casa nos permite desenvolver esse trabalho. Essa estrutura de material, as tecnologias e o suporte administrativo nos permitem estabelecer essa parceria”, afirmou, ao lembrar, principalmente, dos equipamentos de digitalização, que permitem a resolução em detalhes de cada item do acervo.

O chefe do Departamento de Comunicação Social da Câmara, Rodrigo Alves, conta que procurou inicialmente a diretora do Museu Prudente, Érica Frasson, que agendou uma reunião com a diretora da Escola Sud Mennucci, Márcia Aparecida Lima Vieira, professores da unidade escolar e o diretor do Salão Internacional de Humor, Júnior Kadeshi, além da equipe do museu. Uma equipe de curadoria da exposição foi definida e apresentada a intenção de a Câmara digitalizar todo o acervo, já que o Museu Prudente não comportaria uma exposição com todos os itens. "Como Casa Legislativa, tivemos que cumprir os trâmites legais. O acordo de cooperação foi elaborado pela Procuradoria Legislativa e depois assinado pela presidência da Casa e diretoria do Museu", declara Alves.

A conservadora-restauradora do museu, Ana Torrejais, relatou que já foi possível catalogar itens como selos, estampas, cartas, variados trabalhos de alunos executados em tinta nanquim, material escolar, canetas, lápis, entre outros. “São objetos que faziam parte do universo escolar, exemplares que dão a dimensão do que acontecia na escola, como os alunos produziam, quem eram os professores da época”, explicou. “Como é uma curiosidade e muita gente envolvida, com expectativa de ver os objetos, essa cooperação técnica com a Câmara permite que a população possa ter acesso facilitado e evitando manuseio direto dos objetos, que são muito sensíveis”.

Abertura – A abertura da cápsula do tempo aconteceu depois de um longo processo de preparação, que contou com a participação dos técnicos do Museu Histórico e Pedagógico Prudente de Moraes. Foi necessário primeiro analisar o local onde a cápsula estava acondicionada, em uma parede da escola. Dois dias antes, foi feita a pré-abertura, com a retirada do cimento.

No Dia 7, a caixa de cobre, que estava soldada, foi aberta e os itens foram levados para descontaminação no laboratório de química da escola, em um equipamento chamado capela de exaustão. Após um período de quarentena, os objetos passaram por higienização e agora estão na fase de catalogação, identificação, transcrição e digitalização. “A caixa estava extremamente bem lacrada, o que permitiu que os documentos chegassem até nós em excelente estado de conservação”, avaliou a conservadora-restauradora do museu, Ana Torrejais.

As cartas – Para os técnicos que tiveram acesso ao acervo, as cartas endereçadas para o futuro são apontadas de forma unânime como as que mais chamam a atenção. São mensagens deixadas por alunos para o atual prefeito da cidade, para os atuais alunos da escola e, inclusive, do professor de História da época para o professor de História de hoje.

“São cartas extremamente pessoais, em que os alunos e professores daquela época relatam como estava aquele período e o que eles esperavam que a cidade estaria passando após 100 anos. Agora essas cartas ficarão no museu como parte da história de Piracicaba”, disse o historiador do museu, Maurício Beraldo.

Além das cartas, o acervo conta também com um “Livro de Lembranças”, um caderninho em que autoridades, alunos, professores e outros deixaram anotações para o futuro. Outra curiosidade é uma carta às meninas, escrita pelas alunas da escola, há 100 anos, intitulada “Às minhas coleguinhas de 2022”. No documento, elas descreveram o ambiente feminino de 1922, como elas se vestiam e se comportavam.

Também chama a atenção a iniciativa do diretor da escola na época, Honorato Faustino de Oliveira, que teve o cuidado de deixar anotações detalhadas em relação aos itens guardados. Além de diretor da escola, ele tinha outras ocupações, como médico e músico, e fez questão de deixar partituras e até mesmo um receituário médico de um calmante utilizado na época.

A escola – Os alunos do Sud Mennucci se prepararam para o evento de abertura da caixa e participaram de palestras em que foi detalhado como seria o processo de tratamento dos objetos, que não poderiam ser vistos instantaneamente. “Eles tiveram acesso à lista dos materiais e estão muito curiosos sobre o que foi encontrado. A digitalização dos objetos pela Câmara vai atender essa expectativa, já que nenhum museu conseguiria expor mais de 600 itens de forma permanente”, avaliou a diretora Márcia Vieira.

A surpresa, para a diretora, foi a repercussão que ganhou a abertura da cápsula. A parceria com o Museu Prudente de Moraes e também a exibição dos objetos de forma virtual através do sistema Atom, da Câmara Municipal, garantem que essa divulgação se perpetue. O Setor de Gestão de Documentação e Arquivo da Câmara vai promover um trabalho de formação com os estudantes antes da exposição virtual, para que eles conheçam o sistema Atom e tenham acesso facilitado ao conteúdo.

De acordo com a chefe do setor, Giovanna Fenili Calabria, haverá uma roda de conversa com os estudantes, no dia 8 de novembro, para que eles possam conhecer e se familiarizar com o sistema Atom. “Vamos mostrar o que estamos fazendo com os documentos que, em um primeiro momento, são deles”, afirmou.

Câmara Documentação

Texto:  Aline Macário - MTB - 39.904
Supervisão:  Rodrigo Alves - MTB 42.583

Notícias relacionadas