EM PIRACICABA (SP) 04 DE AGOSTO DE 2017

Matheus Erler apela em defesa dos servidores do INSS

Parlamentar solicita ao presidente Michel Temer e ao ministro da Previdência Social para que atendam as reivindicações dos trabalhadores




Toque na imagem para aumentar

Moção de apelo 87/2017 foi aprovada na 40ª reunião ordinária.

Crédito: Fabrice Desmonts - MTB 22.946


Aprovada na 40ª reunião ordinária da Câmara dos Vereadores de Piracicaba, nesta quinta-feira (3), a moção de apelo 87/2017, do vereador Matheus Erler (PTB), pede que o presidente Michel Temer e o ministro da Previdência Social, Eliseu Padilha atendam as reivindicações dos servidores do (INSS) Instituto Nacional do Seguro Social e evitem o prejuízo ao atendimento de milhões de cidadãos brasileiros. 

“Em julho de 2015, os servidores paralisaram as atividades durante dois meses em todo País e metade das 1.605 agências fecharam ou funcionaram parcialmente, atingindo 15 milhões de pessoas que deixaram de atendidas nesse período”, explicou Erler. Em Piracicaba, o posto de atendimento na rua XV de Novembro interrompeu os trabalhos. 

No último dia 17 de julho, o SINSSP (Sindicato dos Trabalhadores do Seguro Social e Previdência Social no Estado de São Paulo) anunciou indicativo de greve por tempo indeterminado a partir de 16 agosto. Eles pedem reposição salarial, cumprimento integral do acordo de greve de 2015, jornada de 30 horas, abertura de concurso público, melhores condições de trabalho e o fim do desmonte dos serviços públicos. 

“A precarização da estrutura física e do capital humano fazem com que milhares de pessoas esperem meses para ser atendidos e deixe de receber um direito básico, que garante o mínimo de estabilidade financeira e qualidade de vida”, destaca Erler. O parlamentar avalia também que essa prática desvaloriza e até mesmo adoece servidores da Previdência Social, “que estão trabalhando com um quadro de funcionários cada vez mais enxuto, mas com um número de atendimentos cada vez maior”, informou. 

SEGURIDADE SOCIAL - Formada por um tripé, constituído pela saúde, assistência social e previdência social, a Seguridade Social é direito constitucional dos trabalhadores brasileiros. A garantia do sustento, nos casos de aposentadoria ou impedimento do exercício do trabalho, é benefício básico e fundamental à população. 

Apesar da importância econômica nos lares brasileiros, os servidores do INSS, responsável pelo pagamento da aposentadoria e demais benefícios aos trabalhadores brasileiros, com exceção de servidores públicos, enfrentam problemas com as péssimas condições de trabalho e falta de servidores para atendimento à população.

Fórum Previdência, do Idoso e do Trabalho Matheus Erler

Texto:  Assessoria parlamentar
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343
Revisão:  Erich Vallim Vicente - MTB 40.337

Notícias relacionadas